Meu Kindle (Bolo de carne com recheio de queijo)

Amo ler. Sempre foi minha primeira opção de lazer. E, por conta disso, minha casa sempre teve que acomodar muitas estantes e comportar meus livros. Livros de direito, filosofia, história, arte, biografias, literatura, administração, finanças, moda, culinária, viagens…  Nunca houve limite para minha curiosidade. Nesse ponto sou gulosa: gosto de ler dois ou três livros ao mesmo tempo e tenho o costume de carregá-los comigo, para desespero do ortopedista e sofrimento de minha coluna.

Recentemente, porém, algo novo surgiu em meu horizonte. Ganhei um Kindle. Isso mesmo, um leitor de livros digitais. Não é um tablet, não tem os recursos interativos oferecidos no IPad, não dá para assistir vídeos, ouvir música ou tirar fotos. É uma ferramenta para dinossauros como eu, que preferem mergulhar nas palavras, absortos, navegando em mares desconhecidos, viajando por universos paralelos. Sem imagens, sem sons, sem dispersão.

Um amigo me perguntou se eu estava gostando. Fiquei pensando: e o cheiro do livro novo? O contato físico ao folhear suas páginas? A satisfação de vê-los alinhados na estante, antecipando, pela visão, o prazer da leitura? Não dá para substituir tais sensações que viciados como eu conhecem bem. Mas, compensando a frieza da máquina, existem vantagens: a leveza do equipamento, a praticidade de adquirir livros sem sair de casa e  recebê-los no mesmo instante, a graça de noticiar no Facebook o término da leitura de um novo título. Isso sem falar na economia de papel… Além de tudo, a Amazon oferece ótimos livros gratuitos, além de muitos outros com valor inferior a dez reais.

Ignoro o rumo que, como leitora, tomarei. Deixarei de fuçar as livrarias, passando a comprar apenas livros digitais? Talvez… Restarão meus livros e revistas de culinária, sujos de manteiga e farinha, onde pesco receitas novas testadas a cada semana.

Essa receita de bolo de carne com recheio de queijo é de “A cozinha maravilhosa de Ofélia”…

Preaqueça o forno em temperatura média. Tempere 800 g de carne moída com 3 colheres (sopa) de vinagre, sal e pimenta do reino a gosto de reserve.

Esmigalhe 4 fatias de pão de forma sem casca e deixe de molho em 2 ou 3 colheres (sopa) de leite. Misture à carne reservada os seguintes ingredientes: 1 cebola pequena picada, 1 dente de alho amassado, 1/2 xícara de cheiro-verde picadinho e 1 colher (chá) de orégano. Adicione também o pão bem espremido e amasse até obter uma mistura homogênea.

Abra a massa num retângulo sobre uma folha de papel-manteiga e arrume por cima 125g de bacon em fatias. Em seguida, prepare o recheio, misturando 1/2 kg de ricota, 100 g de provolone ralado grosso, 1 colher (chá) de orégano, sal e pimenta do reino a gosto e 1 ovo, juntando leite suficiente para ter uma mistura maleável – aproximadamente 2 ou 3 colheres (sopa). Espalhe o recheio sobre  a carne, deixando uma beirada livre à volta e, com a ajuda do papel, enrole a carne como rocambole, pelo lado mais comprido, fechando bem.

Passe o rocambole para uma assadeira e cubra-o com mais 125 g de bacon fatiado. Leve ao forno e asse por 1 hora e 15 minutos ou até que, ao enfiar uma faca no ponto mais espesso, o líquido saia transparente. Retire do forno e espere 5 minutos antes de cortar em fatas.

Uma ideia sobre “Meu Kindle (Bolo de carne com recheio de queijo)

  1. Márcia,
    Eu não conheço essas novidades eletrônicas, mas penso que nada substitui o prazer de se folhear e ler um livro
    Não sei explicar porque, mas a verdade é que sou apaixonada pelo papel.Não gosto de ler pelo computador.
    Adorei a receita, parece muito gostosa.Se você comesse todas estas delícias que nos apresenta, não estaria mais tão esbelta. Brincadeirinha!
    Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =